Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENTRE HOMENS

Sou loiro, 180, forte, olhos caramelos. Sou muito discreto mas vivo para o prazer meu e dos meus amantes, fiz um curso de vigilante recentemente, para trabalhar na area, pois tenho alguns amigos que fodem muito no trabalho, pelo tesão que despertão em outros....rnrnFui contratado por uma empresa que presta serviço a orgões do governo, logo estava trabalhando em um banco, entre os seguranças, havia um moreno, magro ombros largos, com um volume charmoso, lidava com os companheiros de modo muito galante...rnrnEu ficava calado perto dele passou a se aproximar de mim sozinho, mexia comigo dando pequenos toques no meu corpo, eu sempre calado... um dia ele estava, em uma area vazia eu cheguei cercando seu espaço ele sorria... fiquei perto demais segurei sua cintura, nossas barguilhas se tocaram, ele quis dizer algo, mas segurei ele pelo pescoço e beijeio... ele dizia aqui não, mas em alguns minutos meu penes estava pra fora sarrando sua rola, ele acariciava... fezme deitarme e mamome por uns 20 minutos, ali não gozei ele se gozou todo com meus apertões chupões, mordidas... rnrnNo outro dia em vez de ir pra casa dele foi pra minha, ali o sarrei beijei le tremia todo, era de pelos orvalhados, pedi e ele sentou em emu cacete, ele controlou a descida, quando queria tirar a bunda eu puxava sua cintura, logo o peguei de frango, ele pedia mais, e mais, ele virou meu por umas semanas depois não aguentou e deu pra eu e outro no trabalho, outro russo, fui todo fudido, com vergonha dos outros pediu transferencia...rnrnAli ainda comi o gerente, era um homem de baixa estatura 30 e poucos, com o penes sempre agitadinho, o fiquei sacando um dia me chamou em sua sala, e perguntou se ele havia me feito algo pois eu o olhava "estranho", ele auternava sorriso e nervoso meio sem geito... o fitei e falei sempre fico assim quando alguem me tira do serio, ele como?, é que eu fico louco com o seu geito... ele foi lá e trancou a porta ....ao voltar eu estavaja de pé armado... passava a mão na boca... o agarrei, acariciei seu menino no meio de suas pernas era pequeno e arrumadinho, vou te espera no deposito em 19 minutos segurei seu rosto e o beijei com força o senti de tenso amolecer...rnrnLá atras ele chegou tenso, sem saber oque dizer... o acariciei ele abaixava a cabeça e passou a me acariciar, nos deitamos sob caixas de papelão em um 69 durante um bom tempo, podia engulir sua rola toda grosinha e curta, ele se babava todo ele dizia ta bom ta bom... mamei seus mamilos... desci sua calsa ele ficou doido, tirei o creminho da farda tentou me empedir de idratar seu anus, o segurei de geito ele tremeu, enfiei meu penes de uma vez e é bem grosso, ele rebolou muito, o punhetei ele gosou, o fudi ainda muito deitado ele sá deixou... ficamos ali...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico homem castradotitias chuponasfodida junto com o marido contos eróticosmeu sogro minha sogra e minha esposa fazendo suruba contos eroticosbuceta napicagrosaconto erotico velha no cio dando buceta pro cachorroler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiopequenina conto eroticocontos eróticos eu dormindo senti uma coisa lisa entrando nu meu cucontos erótico de estupro em boatescontos eroticos puta que ama ser putaContoseroticos novinha magrinha virgem estupradas pelo tiomarido realizando sonhos eroticos da esposacontos eróticos chantagem com duas mulheres juntasmulheres estourandasmuhleres quecavalo tramsa com animalcontos de sexo entre conhados gaycontos.veridicos erabando uma,.pretinhamãe não deixa filho fude.com ela.na.vuzinhao pau do meu irmao contoscontos eróticos ônibuscontos eroticos sou casada tenho filhos meu marido otavio meu sobrinho parte 3porn contos eroticos enteada gangbangcontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhogozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenocontos eroticos meu sogro me comeu feito puta e chingada de vadiaconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhacontos eroticos traindo marido na Sala ao ladoconto meu cao socou tudo no meu cucontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosporno com tio acorda subrimha pra fufet com elecontos o cara do onibuscontos eroticos treinamentocontos eróticos mulheres q chega em casa e o marido desconfia porque está arrombadameu cachorro taradomeus tios uma historia real 1contos de corno. bipassivosconto erotico titio comendo meu cuzinhogarota da buceta grande cetado nado negãoconto evangelica.cabacinhocontos eroticos xongando.e batendo.na puta contos eroticos,ai ai mete fodecontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestio cu rosinha de minha neta de 9 aninhoszoofilia a chapeuzinho vermelhoconto comendo viuvacontos eroticos cagou no paucontos eroticos meninaconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leiteContos eroticos de prostitutaContos eroticos amorosa amigame comeram dormindo no ônibusCaralhogigantedentrocontos eróticos minha mãe crente com meu amigocontos dando minha bucetinhapeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhaContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitiocontos eróticos brincando de cavalinho com velhoSempre passo o dedo no grelinho da minha netaContos gays usando peruca e lingerie no cine pornocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos mulher casada se evcontos eroticos comendo o cu da vendedora da avoncontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos entiadacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos colocaram o dedo no meu cuzinhocontos erótico de estupro de empregadascontos eroticos de rabo inocentecontos porno casada abusada no assalto no acampamentoincestopornobabalucontos eroticos de sexo oralvideo porno de anos gozando dento e escorredocontos chupei um pauporno capando o marido contoflagrei todos fudendoelame fode jb. contoscomi minha filha pequena contos