Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NEGÃO NA SEX SHOP - 2

Para os que nao leram meu primeiro conto: bi, casado, 1,8m, 100kg, forte (nao definido), pratico inversao com minha esposa a anos e ela sempre soube de meus desejos homossexuais. No primeiro conto narrei como conhece e mamei o negao na sex shop.rnrnAo final daquela noite trocamos telefones e trocamos algumas mensagens. Numa sexta feira depois do trabalho, resolvi passar na sex shop pra dar uma olhada novamente nos "brinquedos". Minha esposa estava de folga e foi passear e jantar com sua irma e eu tinha a noite livre.rnrnPassei a mao num video gay interracial e pedi ao atendente por uma cabine para assisti-lo. Ele liberou a cabine e me disse que era ao fim do corredor. Soh de passar por aquele corredor e ouvir os gemidos dos videos dos outros clientes eu imaginava eles batendo uma, louco para oferecer uma maoboca.rnrnComecei a ver o video, me imaginando no filme e recordando da noite que realizei a fantasia de chupar um pau preto. Nao aguentei e mandei uma mensagem pro meu negao. Ele disse que estava no trabalho e que demoraria 19 minutos pra sair. Eu disse que estava na cabine do sex shop, morrendo de tesao, louco pelo seu pau e morrendo de "sede". Ele respondeu perguntando "voce quer ele dentro de voce ou que eu goze na sua cara?". Comecei a me sentir uma puta de novo, e disse pra ele que queria muito sentir aquela vara na bunda, mas que ainda era cedo (puta romantica?) mas que precisava muito mamar o pau dele. Ele me perguntou qual cabine e disse que estaria la o mais rapido possivel.rnrnNao me aguentando de tesao, bati uma e acabei gozando. O tesao era demais e o bixo nao baixou. Cerca de 20min depois ele bate na porta, eu a bro e puxo ele pra dentro segurando pelo cacete.rnEle me disse que tava com ele duro desde que recebeu minha mensagem e eu sem rodeios pedi pra ele baixar as calcas, me ajoelhei e abocanhei ele.rnrnEle ja tava babando bastante e eu fiquei chupando a cabecinha pra tirar tudo que dava. Ele pediu pra mim tirar toda a roupa pois queria ver o meu corpo. Eu estava um pouco envergonhado, mas como a cabine era escura e soh tinha a iluminacao da tv eu topei. Quando eu me levantei pra comecar a tirar a camisa, ele disse que ele mesmo ia tirar.rnrnComecou tirando a minha camiseta, foi puxando devagar ate enxergar meu peito (grande, mas nada sarado). Deu uma lambida no meu mamilo direito, tirou toda a minha camiseta e abocanhou minha "teta" e comecou a chupar com muita forca, como se sua vida dependece disso. Chupava e batia uma. Ficou assim por um tempo e entao me virou de costas. Baixou as minhas calcas e ficou apertando minha bunda (grande e carnuda) por cima da cueca. Se ajoelhou no chao e foi baixando a minha cueca devagar, enquanto apertava e beijava minha bunda.rnrnMe colocou contra a parece, abriu bem a minha bunda e comecou a beijar e lamber meu rabinho suado. Aquilo tava me dando muito tesao, eu comecei a gemer e nem me dei conta de que gemia "fino". Sentia que ele tava preparando meu rabo pra me comer. Eu deixei ele brincar bastante ate que ele se levantou e comecou a pincelar o meu cu com o pau. Me inclinei pra frente, abri a bunda e deixei ele melar o meu cu com a baba do caralho dele. rnrnEle tava adorando tudo aquilo, a gente mal tinha comecado e eu ja sentia ele ofegante e suando. Ele colocou seu caralho no meio das minhas pernas e comecou um vai e vem devagar. Ele chegou mais perto, comecou a me dar beijos e lambidas no pescoco e ouvido e me perguntou: voce disse que soh queria chupar, mas voce tem certeza de que nao quer ele la dentro?rnrnRespirei fundo e disse que nao, que aquilo era soh pra provocar ele. Ele deu uma risada e disse: entao voce vai pagar por me provocar!rnMe virou de frente pra ele e empurrou a minha cabeca pra baixo. Fiquei de joelhos, prensado entre ele e a parede sem ter pra onde ir. Ele me disse, com cara de safado: eu vim com vontade de fuder alguma coisa. Ja que nao quer na bunda, eu fodo a cara mesmo!rnrnMe mandou abrir a boca e meteu tudo de uma vez soh. Ficou assim uns bons 19 segundos, ate que eu comecei a bater na perna dele (empurrar ele era impossivel). Ele tirou o pau, me deixou dar uma respirada e ja meteu o caralho na minha boca de novo, dessa vez metendo rapido. Eu ficava com as minhas maos em suas coxas enquanto ele segurava a minha cabeca, com as maos praticamente tapando as minhas orelhas.rnrnEu ficava de olhos fechados, praticamente surdo pela pressao das maos dele nas orelhas enquanto ele fodia a minha boca contra a parede. Ele soh tirava quando eu comecava a engasgar e toda vez que eu cospia ele pegava aquilo e esfregava na minha cara. Eu tava com a cara lavada de baba e o pau dele tava muito molhado, a impressao era que ele ia ate o meio da garganta e voltava, facil facil.rnrnEm certo momento senti uma moleza e ele percebeu, quando minhas maos soltaram suas coxas e ficaram moles. Nisso ele tirou o pau da minha boca e me deu um tapao no rosto, dizendo: nao eh hora de ter ataque de frescura, eu nao acabei contigo. Pra deixar eu me recuperar, ele ficou se punheteando enquanto eu chupava as bolas dele. Na verdade eu estava adorando tudo aquilo, e depois de recuperar o folego, eu encostei na parede, abri a boca e fiquei olhando pra ele.rnrnEle me mandou botar a lingua pra fora e comecou a bater com o pau na minha cara. Aquilo pra mim era o maximo. Com a cara toda melada, ajoelhado no chao e levando surra daquela vara preta na cara eu tava pronto pra engolir a porra do meu macho. Quando ele apontou o pau pra minha boca e tentou enfiar eu fechei ela, soh pra ver a reacao dele. Ele me deu outro tapao e perguntou: vai chupar ou vai fazer frescura? Eu abri a boca a fiz sinal com a cabeca que sim. Ele tentou meter, eu fechei a boca e novamente levei um tapao.rnrnEle percebendo que eu tava gostando de apanhar, segurou meu nariz e encostou a minha cabeca na parede. Quando abri a boca pra respirar, ele meteu o pau dentro e comecou a fuder rapido, sem soltar o meu nariz. Ficou fudendo e eu comecei a babar muito, tava escorrendo por todo meu peito. Ele tirou o pau da minha boca, passou a mao na baba do meu peito, esfregou na minha cara e disse que ia gozar.rnrnFiquei lambendo a cabecinha enquanto ele batia uma punheta e volta e meia me dava um tapa.rnEle agarrou a minha cabeca, colocou ela pra tras, eu abri bem a boca e botei a lingua pra fora. Nesse momento ele gozou litros de porra, a maioria dentro da minha boca. Ele me disse pra ficar de boca aberta e mostrar a porra pra ele. Num movimento rapido, ele sacou o celular e tirou uma foto minha, com a cara toda melada e a boca cheia de porra.rnrnEu tava tao feliz com aquela situacao de puta submissa que nem liguei e ficava brincando com a porra na boca enquanto ele tirava fotos. Ele me perguntou se dessa vez eu ia engolir. Eu sorri, fechei a boca e engoli tudo. Agarrei o pau dele e chupei tudo que restava. Sequei o suor e a baba do corpo e da cara com a camiseta e nos vestimos. Saimos da cabine, ele na frente e eu um pouco atras. Tudo isso demorou cerca de 30min. O atendente sorria com uma cara de safado. Nos despedimos e ele disse que na proxima ia me comer.rnrnContinua...rnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu sobrinho mamou meu pau contos gayrelato mulheres que casaram virgem com dotadocontoseroticoscomendo a baba e minha sogracontoseroticosbebendoporracontos erotecos fiz uma cabine pra minha mulherconto de não aguentei a pica grande no meu cuzinhoReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicominha professora me deu carona e pegou mo meu cacetecontos eroticos dando pro camioneiromulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocatravesti vizinha surpresa contos eróticosa piriquita da theulma moreninhacontos eroticos espiando a sograContos eroticos dei pros mendingoscontos de mulheres ninfomaniaca por sexomulher que ja sento no maior peni todo atoladoconto erotco mendigocontos eroticos soniferocontos genroconto tio queria agarrar a moça  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  contos eroticos virei meninaContos homem casado se veste de munher e da cuporno contos voyer no carro com esposaconto fraguei minha cunhada dandovisinhalesbicacontos de coroa com novinhoMae vendo o filho batendo poheta i fico com tezanhocontos comendo o cuzinho da fazendeirausando uma calcinha pequena e morrendo de tesaiconto erótico meu filho pediu uma espanholasexo e esganaçaoConto erotico meu pai me cobiçandoconto no mato espiando a filha tomar banho no riumulher pois o marido a xupae o travestecomi veterin¨¢ria contos eroticosEnsinando a maninha a foder contos eroticoscontos gay eu minha esposa e meu sogrocontos eroticos coroa abusadaconto fraguei minha cunhada dandocontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos eroticos passando cocaina vaginamulher gozando a um metro de distansia e mijandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteperdendo a virgindade com o meu namoradopequenina conto eroticocontos eroticos arrombando a gordaconto eróticos engravidei minha irmã e minha mãeContos de cdzinha afeminada provocando com shortinhoconto o sarado e a gordinhacontos massagem na tiacontos eróticos minha vida depois do filhocontos euroticos porno tia luciacontos eroticos com mae e tia dando curelatos eroticosde portuguesas de noVinhas conto erotico minha irmã casadacontos er irmas vizinhaConto reunião de familia minha tia travesticontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhopornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaletecontos eroticos hospital a tiacontos eroticos gays quando pequeno atiçei meu tiocontos de incestos mae puta e filho espertocontos eróticos quentes minha namorada em dp reaiscontos eroticos de viadinhos de calsinhacontos eroticos de sexo com madrinhasMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente deleincesto contos da cunhadinhacontos eroticos treinamentoabusada contofudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileconto erotico teen sendo enrabadacasada dando o cu no bairro de na casa do ferantea piriquita da theulma moreninhavideo porno no cinema julio dantasou porn contos mãe traindo com um negrocontos eróticos de mulher encarando um pau gigante e não aguentaum romance com minha maninha-contos:eroticoscontos eroticos de calcinha