Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEGUNDA VEZ DE QUATRO

O que passo a relatar foi minha segunda experiência de quatro. Nesta época tinha 34 anos. Sou casado com filhos, não sou afeminado e adoro mulher, mas... Minha primeira vez aconteceu aos 31 anos, meio que de repente. Dei e gostei. Nos ultimos 3 anos, volta e meia sentia uma vontade danada de dar, ser mulherzinha de alguém. E foi assim que aconteceu a segunda vez. Naqueles dias estava com uma vontade danada. Tentei apagar o fogo com dedadas durante o banho, mas a danada da vontade não passava. Depois de muito tentar, resolvi ir pra cama com alguém, mas quem? Um dia, estava sá, não trabalhava neste dia, filho pro colégio, resolvi entrar na internet. Apás alguns papos sem muito sucesso, um rapaz me chamou pra conversar. Meio sem entusiamo comecei a teclar com ele e acabei sabendo que era cabeleireiro de um salão de um bairro do outro lado da cidade. Conversa vai, conversa vem, ele perguntou se não gostaria de sair com ele. Expliquei a minha situação e disse: "Sá se for agora." Pra minha surpresa, ele topou. Marcamos num motel. Eu entrei sá e escolhi uma suite. Liguei pra ele e passei o motel e o número da suite em que estava. Uns 20 minutos depois ele chega. Conversamos um pouco e ele perguntou se eu realmente não queria comer ele. Eu falei que não. Então ele falou: "Se vc quer dar a bunda, então vou te comer muito." E começou a tirar a calça, ficou de cuecas, veio na minha direção, começou a me despir, beijando um pouco meu pescoço, meus peitos que são meio salientes, tipo de menina moça, sá que um pouco de pelos, batendo uma punhetinha no meu pau que já estava durinho, quando me mandou sentar e chupar. Foi neste momento que ele tirou a cueca e me mostrou um belo pau, uns 18cm, meio torto, mas super duro. Sá pra ter uma idéia, o meu é pintinho, tem apenas 12,5cm, embora grossinho. Ele veio na minha direção, mandou eu abrir a boca e enfiou o pau nela. Comecei a chupar feito um louco. Nossa, como eu estava com vontade...rnrnAos poucos fomos nos deitando, ele foi me chupar, voltou a me dar o dele, nos viramos, fizemos um 69 bem gostoso, quando em determinado momento, ele fala: "Anda, vem, não quer dar...então fica de quatro que eu vou comer..."rnrnE eu, sem falar nada, sá me virei, fui até a ponta da cama e de quatro fiquei, me arregacei o máximo e perguntei: "Assim está bom?"rnrnEle: "Maravilhoso! Adoro um viadinho obediente e com a bunda empinada pra mim."rnrnEu sá conseguia gemer com ele mexendo os dedos em mim. Ele colocou a camisinha, lubrificou e nada. Estava dificil de entrar. Ele então falou: "Porra, cara! Quando vc me falou que era apertado achei que era mentira tua. Tá dificil de entrar. Tu é cabacinho mesmo! Faz força pra fora...senão fica dificil e vai te machucar..."rnrnFoi quando me lembrei da orientações do meu primeiro homem. E assim, foi, fiz força pra fora e senti a cabeça entrando. Devagar foi indo, quando de repente, ele enfia mais e mais e dá uma estocada, entrando tudo. Eu dou um grito e gemo muito. Ele, sem dá, começa a me comer, devagarinho, curtindo minha bundinha. Sinto ela sendo alargada por aquele belo pau. Sá consigo gemer, enquanto ele fala diversas coisa no meu ouvido: "Viadinho gostoso, era isto que vc queria? Dar a bunda? Tô comendo...." E falava, e falava, e aquilo me excitava demais. Meu pintinho estava durinho. Volta e meia ele me segurava pelo quadril e fudia forte, outras vezes, se debruçava sobre mim e comia devagar, sabia comer uma bunda de homem. Depois de um tempo, deitou-se sobre mim e continua a comer, vez por outra mandava eu rebolar no pau dele. Que delícia que é rebolar com o pau todo dentro da minha bundinha, adoro...rnrnApás um tempo assim, ele levanta, tira o pau de dentro de mim e me manda ficar debruçado no braço do sofá da suite. Eu vou e fico do jeito que ele queria. Ele vem novamente, agora já alargado, o pau entra tranquilo, sá tesão, sá prazer. Ele me chama de putinha, que eu tenho uma bunda super gostosa e começa a fuder forte, explodindo num gozo maravilhoso. Eu termino minha punheta e gozo praticamente junto. Delícia!!!rnrnSem reação, com o cuzinho arreganhado, fico deitado de bunda pra cima no sofá e vejo ele mijando no banheiro e penso: "Que loucura! Normalmente quem vai mijar depois da transa sou eu."rnrnPois é, desta vez foi diferente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui afeminado por uma dommepornô mobili com coroa e vamos até gozaresposa e amigos na cervejada em casa contominha coleguinha me chamou pra comer o cuzinho na casa delaxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1a namorada do meu enteado com minha.esposa e eu contocontos eróticos comendo minha sobrinha gostosaporno mãe e filha jantando na mesa e depois a sogra vai tranza com o gerrocasa dos contos eróticos empregada doméstica na zoofiliacontos sem calcinha no colo8 contos eróticos e******** por vários homemmeninha fata zofolia buntuda sexocontos lesbica fui sedusida banheiro boatycontos eroticos me xinga de piranha puta e meu marido de cornoContos eroticos minha tetas bem vermelhinhas de tanta chupadabotando o pau devagarinho na xaninha da menina contoscontos gay treinadormulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarinadois gay fudendo violentamentw/entre siDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticoscontos eróticos um cavalofiz da minha esposa uma putacontos eroticos casado medico gordinholer contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhoContos Eróticos. Comendo A Veraele ficou sem as pregas do c*ela pediu pra parar mas continuei empurrando na putasexo gay contos titio okinawa ufaVídeo lendo contos com vibrador na bucetacantos eroticos dando meu cuzao para meu filhocarnavaldeputariascontos eroticos eu e minha cunhada pintando o apartamentomeu cuzinho desvirginadocontos baixinha casadano pau do meu filho contoContos eroticos minha sogra me chantageou oara comelacontos eróticos de bebados gaysporno babalu pede pra não gozar antes do tempoconto meu pai sai e eu como a minha maecontos eroticos sogra de camisolafome conto héterocontos eroticos arrombando a gordaContos inserto com as subriasKadu meu primeiro heterowww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetacontos eroticos sexo virtualvi minha irmazinha de caucinha nu rabo ve contos eroticosconto erotico gozar dentro bucetaquerendo dar a bucetinha pro meu padrasto contoscontos eroticos mae putasconto erotico chantagieiminha esposa fica toda molhada quando falo que sonhei que que ela chupava outra rolacomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticosviado dando o rabo desfasandopau grande enfiadi. todo nicuContos eróticos curtos de tia fodendo com cachorroContos eróticos Gay de comi o amigo do meu filhomulherbrasileira conversando putaria contosconto erotico evolvendo mae filho e a vizinha rabudaContos gay fazendo a barbaf****** irmã mora nos peitos das gostosasConto incesto sogra no volantewww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos erotico meu pai e minha mae faz nudismocontos eroticos com estorias ocorridas na infanciapaguei pra fuder o cu da minha filhaestuprei meu primo gayCONTOS EROTICOS DE CASADAS ABUSADAS DA CHANTAGEMContos eroticos fudendo o cu da casadacontos eroticos arrombando a gorda