Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BALADA,BEBIDA E SEXO.

Sou uma Borboleta daquelas que demorou para sair do cazulo, tem coisa que sabemos desde que começamos a raciocinar, assim ja sabia que tinha uma queda por mulheres desde os 8 anos de idade, mas é claro que a família e logo depois a sociedade fizeram com que permanecesse quietinha por muito tempo.

Assim cresci me masturbando a noite sozinha quietinha embaixo dos cobertores, e quase morri de nojo quando deixei um rapaz me beijar aos 17.

Me calei, nao vou ficar com mulheres, muito menos com homem, assim foi até as 20 anos quando entrei na faculdade, outro universo, longe de casa e da sociedade mente pequena do interior.

no primeiro ano do curso alguns garotos tentaram se aproximar, deixei bem claro q nao estava a fim ai pararam, quanto as amigas sempre as respeitei, nunca deixei transparecer nada até que passei para o segundo ano, conheci a Cris, que era repetente do segundo ano, viva me chamando para o boteco, as vezes dava uns apertoes na minha cintura era muito alegre e corria a fama de q ja tinha dado para todos os meninos do curso.

Um dia no banheiro da facu na hora de sair ela me perguntou e ai nath, tu tem namorada?

Euu pasma,.... namorada? ta maluca? e ela todo mundo fala q tu nao é chegada em homem, vc é lesbica né?

Eu acho q fiquei azul, desmenti tudo e pedi para ela ver com quem tinha inventado aquilo se eu ja tinha dado em cima ou ficado, q conversa mais sem noção.

ela pediu desculpas e continuamos amigas, no segundo semestre começaram as aulas aos sábados. Cris me convidou para dormir na casa pois era mais perto e assim poderiamos aproveitar melhor a sexta a noite, começamos bem na primeira sexta me levou num barsinho eu fiquei com uns amigos q conhecia da faculdade do lado de fora e ela entrou, de pouco em pouco vinha dizer q ja iamos, e assim foi cada vez q vinha estava mais bebada, eu q bebo muito pouco comecei preocupar porem so consegui convencê-la de ir para casa depois das 3 da manha, quando chegamos ela desmontou na cama q tinha arrumado para eu dormir, ela ia dormir no quarto do irmao, me ajeitei no chao num cobertor e dormi ali encolhida de manha ela nao deu conta de levantar para ir para aula eu fui sozinha, fula da vida com o corpo dolorido. na hora do almoço ela chegou, pedindo mil desculpas, disse q estava tudo bem, me fez prometer q eu iria dormir no outro final de semana para nao ficar má impressao dela.

no outro final de semana sexta a noite, me chamou vamos passar num churrasco 19 minutos e ja vamos para casa, eu tonta acreditei, fomos para o churrasco de la ela foi levar um amigo num boteco, nesse ela insistiu eu entrei disse q ia ficar 5 minutos, ela bebeu umas ai me pediu q fosse ao banheiro com ela, fomos a fila enorme e chegou pertinho e começou a falar:nossa to tarada hj, to morrendo de vontade de ser chupada, ela nem sonhava q eu alem de virgem nunca tinha ficado com uma mulher, falei para ela deixar de coisa e andar logo.

so saimos de la 3 da manha e fomos para casa dela ela de porre, eu disse: nega hj nao vou dormir aqui no chao nao, pode ir para cama do seu irmao, e ela bem chapada começou se pendurar em mim, falar mole, eu a empurrei e pedi q sossegasse q ia acordar a casa todo, num lance ela me puxou pela cintura seu halito quente pertinho do meu seu cheiro de perfume, shampoo e suor me embriagou tbm, eu passei as maos em seus cabelos loiros compridos até quase a cintura e pedi q nao fizesse isso. ela levou as duas maos no rosto e começou a chorar, perguntei o q era e ela disse q nao queria ela pq ela era feia, q era gorda q nao era inteligente como eu.

eu continuei fazendo carinho, pedindo q se acalmasse q nao era aquilo q ela era linda, que o olhos o cabelo e o corpo era naravilhoso, ela olhou com os olhos azuis mais lindos do mundo para mim e pediu fica comigo então.

nao aguentei, com as maos meio tremulas segurei seu rosto e beijei suave sua boca, quando deitamos estava segurando suas maos, suavamos, tiramos a roupa devagar sem descolar os labios, embora eu tremesse e fosse totalmente inocente e inexperiente Cris nao percebeu nada, a beijei toquei seus labios com a maior suavidade, mordisquei seus mamilos, desci beijando a barriga, abri suas pernas e beijei sua virilha toquei sua bucetinha suavemente mordiquei o grelo e depois chupei fui fazendo de maneira carinhosa e suave, depois enquanto chupava seu grelo introduzi dois dedos em sua fenda que entrava e saia num vai e vem gostoso, cris gozou varias vezes em minha boca, depois subi a abracei com carinho, beijei seus labios mordisquei chupei sua lingua ela adormeceu assim. Quer saber o restante? depois eu conto.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mamae linda e brava/contoscontos eroticos encontro com coroa do chatzoofilia cadelagozoulésbicas esfregando pernas de rã veridicocontoseroticos/maeiniciandofilhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemega rolas mega bucetas mega gozadas profundasContos eroticos trempeito peludo conto gaycontos eróticos minha bundacontos sexuais de jessica no carrocontos de mulheres que tomaram ativador sexualincesto meu sobrinho contos eroticoContos com espermacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenovinho delirando na primeira gozadacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos comendo a tabata mulher do amigofilmes de televisao pornoscontos comendo a tia de fio dentalcontos eroticos babdido comeram eu e meu maridocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos fui comido na locadora d videos pela travesti pauzudaconto menage masculinocontos titioContos eroticos mordedo seioscasada bruna tomamdo gozadacriei uma puta Conto erotica de mulher fuder a cagarconto dpdona florinda so ela dona florinda vaginaconto gay teenmeu cao taradopau duro na frente da tia contoszoofilia bruda com mininasConto mandonaconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigasobrinha insesto contocontos eróticosmenininha dormindocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestalos da cama-contos eróticossobrinho viadinho da titia tarada conto gaycontos eróticos de gay comi o amigo do meu filhoputinha adora ser arrombada no gangui bangui com muita porra na bocacontos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhacontos eróticos de tio tranzando sobrínha dormindocontos me chamo camila transei com felipe meu irmaome vestia como menininha contosContos eroticos meu pai tirou minha virgindadeloira cris casada fode com negao contos eroticosCavalo cumendo uma jumetinha bem novinha que rincha muitocontos eroticos familia rentcontos etoticos dpcontos eroticos peguei minha cunhada dormindoContos eroticos de mamaetraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticosdestruidor de cu contoscomtos eroticos humilhada e currada por molequescontos eroticos deixei o meu cunhado gozar na minha bocacontos erótico de coroas casados trancando com novinho BA baladasContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaporno minha vizinha safada mim chama para segurar a escada para elaHistorias eroticas Swingflagas de encesto com zoofolia contoscontos de sexo so da u cu cagandocomi o padreTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidacontos gay ser menina papailiga contos de loirinharelatos eróticos loira adora dar cu pro cavalocontos sendo escrava por santagemcontos verdadeiro meu sogro insaciavelcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos mãe com os negrões e papai vendocontos esposa branquinha