Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TIO PEDRO ARROMBOU O CU DA MINHA NOIVA

Meu nome é Alex, e o episádio que passo a relatar aconteceu quando era noivo de Karina.



Todos os anos reuniamos a familia em uma festa tipo confraternização de fim de ano, vinham parentes de todas as bandas do país, tios, sobrinhas, primas, mas um era especial, Tio Pedro (hoje já falecido), 48 anos, jamais se casou, enquanto vivo curtia a vida a mil, e meu pai sempre contava as façanhas dele tipo "mulher para das para ele tinha que não ter amor na buceta"..."mulher para dar pra ele tinha que ser corajosa", e que tinha fama de comedor de cu quando queria comer uma mulher ele insistia e mais cedo ou mais tarde passava a vara.



Tio pedro na verdade era um palhaço, descontraido, contador de piadas, animava a todas e logo a festa virava uma farra, xavequeiro de marca maior.



Meu tio, era alto, braços fortes, aposentado pela policial militar, pele bronzeado pelo sol do Rio de Janeiro, chegou na numa manhã de sábados e logo partimos todos para o sitio de meus pais, onde passariamos o fim de semana sá festando.



Quando apresentei minha noiva a ele, já fiquei com a pulga atrás da orelha, a chamou de encantadora e beijou sua mão, se referiando a mim disse que eu tinha acertado na loteria, insinuando que minha noiva era um avião, por outro lado modéstia parte ele não disse nenhuma mentira, Karina era e é deslumbrante, na época com seus 20 anos de idade, um corpo escultural, cara de menina e jeito de mulher, além de ser bem safadinha e provocativa na cama, os homens viviam babando por ela, mas fazer o que né.



O safado do velho dançava com toda mulherada, mas com minha noiva percebi que era mais insinuante, grudava no corpo dela e cochichava algo em seu ouvido.



Karina estava um tesão aquele dia, uma bermudinha jeans bem apertada, delineando suas curvas perfeitas, como estava na piscina a manhã toda, estava com a parte de cima do biquini cobrindo seus pequenos e deliciosos seios.



Já passava da meia noite e todos já estavam bem altos, efeito da cerveja, inclusive minha noiva que não tem o habito de beber muito, alguns tios já haviam se recolhido para dormir, mas Tio Pedro estava firme xavecando e azarando minha noiva, confesso que fiquei louco da vida, mas não queria arrumar um barraco na presença de todos.



Meu pai me pediu para ajuda-lo a abastecer um freezer com cerveja para que estivessem trincando de geladas no outro dia, foi o tempo de me descuidar e percebi que os dois haviam sumido, pronto...tô ferrado...pensei eu já ressaviado pela fama de comedor do safado do meu tio.



Fui perguntando a alguns se havia visto minha noiva, até que um primo me disse que tinha visto ela ir ao banheiro, fiquei mais aliviado, mas mesmo assim fui conferir, procurei em dois banheiros e nada, pela casa toda e nada, sá faltava no quarto da empregada que ficava nos fundos, a luz estava acesa, fui até a porta e quando ia abrir ouvi como que uma pessoa engasgando, fui sorrateiramente até a janela e presenciei um fato que me deixou com as pernas bambas, Karina estava ajoelhada, com seus seios á mostra e com o enorme cacete do meu tio atochado na boca, snti vontade de matar os dois ali, mas não sei porque desisti da idêia, ela estava totalmente bêbada e o desgraçado se aproveitou:



---Chupa sua cadela...chupa...que eu vou estufar sua boca de pôrra!!! exclamava ele se delicando com o boquete que sá minha noiva sabia fazer.



Não demorou e gozou, um tanto dentro da boca dela e outro tanto esporrou nos seios dela a melecando toda, a safadinha engoliu a porra e continuou a chupar aquela pirocona até deixalo limpinho.



Sai dali puto da cara e com o pau duro, corno manso, depressa retornaram para a festa, primeiro ela e depois ele, me contive, e conversaria com ela no outro dia, de raiva, enchi a cara, fiquei tri-bêbado.



Acordei no outro dia com uma ressaca do cão, procurei por minha noiva e fui informado que ela havia saido para cavalgar com meu tio, não acreditei no que ouvi, arreei um cavalo e sai á procura deles, procurei pelo pasto, num bosque, e quando cheguei práximo a um pequeno riacho ouvi o choro de Karina, saltei do cavalo e fiquei atrás de alguns arbustos, Karina estava peladinha, de quatro e Tio Pedro socava a vara no cu dela:



---Aiiiiiiiiiiiiii...ta doendo...vai mais devagar...aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!! exclamava ela com uma baita dor no cu!!!



....Cala boca sua piranha.. que eu tô quase gozando!!!!



A safada reclamava que estava doendo mas rebolava e empinava o rabo para ele enterrar mais fundo, sua barriga batia na bunda dela e fazia barulho, sua bolas explodiam em sua buceta:



---Vai,,,goza logo seu filha da puta..gozaaaaaa!!!!Aiiiii aiiiiiiiiiiiii...tô gozandooooooooooooo...mee no meu cu meteeeeeeeee!!!!



A desgraçada estava gozando pelo cu, esse que pensei ser proprietário...ele acelerou e começou a gozar, enchendo o rabicá dela com seu esperma, ficou engatado nela por algum minuto e depois foi tirando devagar, fiquei impressionado, aquela cobra não parava de sair da bunda da minha noiva e quando saiu ela se debruçou no chão toda suada e cansada, Tio Pedro caminhou até o Riacho com aquele enorme pau amolecido e todo sujo de merda e pulou no riacho para se refrescar, Karina se levantou e foi andando com certa dificuldade reclamando que ele havia arregaçado com o cu dela.



Voltei para a festa, arrumei minhas coisas e voltei para minha casa, mesmo estando loucamente apaixonado, rompi meu noivado com ela, pois com certeza eu já era corno a muito tempo e não sabia.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos na piscina com a famila todos nus no reveionex cunhada safada casada com presidiárioconto erotico homens velhosconto erótico gay com estuprocontos de coroa com novinhocontoseroticos/maeiniciandofilhacontos eróticos de lésbicas se chupando em MiamiContos eroticos tira a camisinhacontos eroticos arrombando a gordadeu o boyzinho da minha sala contos eróticosOrgias com os moleques contos eroticosxoxota doce contoscontos eroticos soniferocontos eroticos com cunhadaEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticocontos eroticos de negros na praia de nudismoconto viado estupradowww.contos porno bi coroasVidios porno meu irmao cravo tudo emincontos eroticos eu e mamae humilhadaesposa na praia de nudismo contocomendo a mulher do amigo contorelato erotico esposa puta do jogoconto virgem enrabadadei de perna abertaa mulher do meu irmao putinhaeu entrei no banheiro e não sabia que a minha madrastra estava la e come. a xota delacontos eroticos e tome gozada na caraamiga foi tomsr um cafezinho na cozinha peguei pir tras e comi o rabo dela gratusontem eu esfregei o pau no cu da minha tia dormindo e certocontos sexo minha mulher sua patroagenro fica só em casa com a sogra por causa da chuva ela gostosa contos eroticoscontos de mecânicos casadosconto erotico esposa e mendigovoyeur de esposa conto eroticoZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dormuie pega a manguera do amigo do cornaotravesti de microsaia fica de pau duro na ruaconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudacontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatcontos eroticos mae filhacontos dormi de fio dental e me ferreicontos eroticos cornossou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anoscontos eroticos arrombando a gordapeito peludo conto gayEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DI CALCINHA FETICHE OLHONDO ESELHO MINH BUNDAcontos porno de chorofode a mulher do irmao para provar que ela é uma putaconto erotico viado novinho escravizado por coroa malvadoeu minha esposa demos carona o cara era um pintudoa medica que gostava de zoofilia_contoscontos eróticos medindo com meu gordinhosadomasoquismo relatos comidavivacontos enteadacontos eroticos pique escondecontos gay descobri a mulherzinha que havia em mimcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erótico me rasgaram mo acampamento como eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualjoice cavalo deu o cuminha primeira traiçãonovinha desmaia de tanto gosa conto eroticodesculpa mae pau durota rasgando meu cu contocontos fudelançaconto minha mulher aronbadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html conto erotico eu meu cunhado r minha simcontos e tia olhando meu pauMeu primo que chupa no meu paucontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossasvou rasgar sua boceta vagabunda