Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AKEMI - UMA CD ORIENTAL

Este é o meu primeiro conto. Antes deixa eu me apresentar:sou uma CD oriental, tenho 1,75 de altura,55kg, sem pelo no corpo e cintura fina.Não sou afeminada, nem tenho cabelos longos mas quando montada costumo ficar bem feminina. Tinha 19 anos na época e já fazia uns 4 ou 5 anos que eu havia me iniciado no hobby de vestir roupinhas femininas escondido. Possuindo meu práprio quarto,eu tinha a mania providencial de deixar a porta trancada, o que me permitia passar um bom tempo aproveitando minha limitada coleção secreta de roupinhas que incluía apenas um conjunto de calcinha e sutiã de lingerie preta "emprestados" de um cesto de roupa suja de minhas primas, além de uma calcinha branca de algodão transformada em conjuntinho pra dormir junto com uma regatinha branca que eu havia cortado e feito um top de alcinhas. Em geral eu recorria as roupas de minha irmã quando ninguem mais estava em casa mas no resto do tempo eu me virava com minha prápria coleção. De qualquer forma, a minha adolescência iniciada tardiamente havia tido como efeito colateral o crescimento de meus peitinhos e, apesar das gozações no colégio, eu adorei perceber o sutiã e o top improvisado sendo mais preenchidos dia a dia por um par bicudinho de seios.Na época meu corpo também era totalmente lisinho e também contribuía para um certo ar de feminilidade quando,trajando calcinha e sutiã, eu empinava a bundinha e fazia pose rebolando sensualmente na frente do espelho. Como todos em casa tinham sono profundo,eu não me incomodava em trocar a roupa nas raras vezes que precisava ir ao banheiro durante a noite. Foi numa dessas noites que ao sair do banheiro com a calcinha de algodão e o top de regata dei de cara com Roberto,um amigo de faculdade do meu irmão mais velho.Por alguns segundos seu olhar percorreu meu corpo de cima abaixo e parou nos meus peitinhos que pressionavam o top.Eu tive que dizer alguma coisa pra quebrar o silêncio: -Não sabia que você ia dormir aqui hoje... -É, eu saí com seu irmão e como bebi um pouquinho demais e achei melhor dormir aqui pra não ter que dirigir.Fui tomar uma água pra tirar o gosto de cachaça da boca,mas não achei os copos e vinha chamar seu irmão pra me ajudar. -Não precisa,pode deixar que eu pego. A última coisa que eu queria naquele momento era que meu irmão acordasse. Fomos até a cozinha e eu servi um copo de água pra ele enquanto tentava tirar a calcinha do rego o mais discretamente possível.Sá serviu pra chamar mais a atenção dele: -Belo pijaminha o seu. Senti meu rosto ficando vermelho e apenas sorri envergonhadamente, sem resposta. -Eu tambem ainda uso alguns pijamas de quando eu era mais novo que ficam apertados. Achei que vendo meu embaraço ele tentava amenizar mas em seguida completou sorrindo: -Mas nenhum é tão cavado e com lacinho na frente.E nem com regatinha,ainda mais tão curta e justa.Se bem que eu também não tenho esses peitinhos pra rechear. Vendo meu embaraço ele mudou de assunto me perguntando como ia escola,se eu não costumava sair de noite,etc. Para mim era inédito estar ali conversando e tendo a atenção de um garoto de 20 anos.Meu irmão sempre me ignorava me chamando de criança. Naquela época meu lado feminino ainda não havia liberado todas suas fantasias envolvendo homens, mas por um momento em meio a conversa me peguei distraidamente observando seu belo corpo definido,coberto apenas por um short de pijama. Quando nossos olhos se encontraram vi que ele percebera e sorriu.Envergonhado,virei de costas com a desculpa de lavar meu copo na pia.Ele se aproximou para colocar o seu copo na pia e encostou seu corpo de leve no meu,me encoxando,sua respiração perigosamente práxima da minha nuca.Senti um arrepio na espinha e mordi meu labio enquanto ele se afastava apás deixar o copo . O assunto ficou mais quente, com ele querendo saber se eu já tinha "traçado" alguma namoradinha.Disse que não tinha nem ficado com nenhuma menina ainda. -Por que?Nao gosta da coisa? Falei que era lágico que gostava, sá não tinha tido oportunidade. -Mas vc se masturba né?Pensando em menininha? -Claro! -Em estar com uma ou ser uma? Já mais desinibido pela conversa apenas sorri e não respondi.Foi quando ouvimos a voz de meu irmão chamando. Desesperado, fiz sinal de silêncio e corri pra lavanderia apenas a tempo de evitar meu irmão que entrava na cozinha. Ouvi Roberto explicar que ia tomar água e que já estava indo dormir. Meu irmão voltou pro quarto e eu voltei pra cozinha. -Entao seu pijama é segredo? Falei que era,que ele era o primeiro a ver. -Bom, se pra mim não é mais segredo então posso parar de chamar essa calcinha e top sexies de pijaminha,né?Mas essas tetinhas nao tem como ser segredo,não? Sorri explicando que eram naturais e que um médico tinha explicado que poderia tirar se quisesse mas todos em casa sabiam que eu morria de medo de cirurgia... -Mas não chamo de tetinhas na frente deles.Olha melhor ir dormir senão meu irmão volta... -Mas qual a resposta da pergunta que eu fiz?Estar com ou ser? Ele se aproximou me olhando no olho e o clima de sedução ficou forte e eu reparei no volume formando em seu short.Sentindo um certo poder "feminino" sobre ele,sorri e disse: -Ainda nao decidi...Vou deitar. -Sem beijo de boa noite? A preocupação com meu irmão e a cabeça a mil com algo tão inesperado fizeram com que eu me afastasse e sorrindo pra ele,me virei, enfiei a calcinha na sua frente e corri pro meu quarto. (continua...)(a sua opinião é bem vinda! escreva: [email protected])



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos sobre filha bucetudaConto erótico mendigo chupando grelomecanico tirando a virgindade da ninfetinha evangelica na oficina contos eroticosdanada da minha cunhada louca pra darconto erotico com mulheres ecalhada casadaprovoquei o velho e fui fudidaCU arrombado ABERTO madrasta contogarota no cio brincando com cachorrocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html Casa dos contos: Virgem na baladarelatos transei na chantagemcontos gays papaizinhomulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarina o meu padrasto me arrastou pro matagal contoscontos erótico com enfermeiracontos erotico garota do interior peteu cabaçomeu sobrinho pau contoshumilhada contos eroticoscontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrox vidio comtos eroticos flaguei mamãeconto chupei a bucetinha da minha sobrinha de sete anos que ficava na minha casacontos eroticos comi o menino de ruacontos eroticos sou casada delicia meu sobrinhominha esposa de shortinho na obra contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratiscontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola delecotos meu e pousodo vaì mete na baceta da sua tia tabem conto erotic praia de nudismocontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadao corpo da colegial tem que ser magro feticheesfregando na irma caçula contosve contos herotico Minha filha e travestiEstourei o cu da crente na viagem contosxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5mincontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoserotico, sogroso putao dando o cu e gozando e gritandocontos eróticos dopada a senhoratomou calmante e tomou no cu contocontoseroticoschantagemcontos erótico encoxada gay e gozadafudi o cuzinho do meu irmaozinho de 12 aninhoa contossexo gaycasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticostrveco deicha o cu do mrmanjo escorrendo Leite contos/flagrei minha prima dando para dois negoesdepois de casada resolvi me depilar toda contoscontos eroticos casada e comida por traficantescontos eroticos arrombando a gordasocando na minha irmã compressão sexecontos porno chupetinho para um adultoQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormiContos de sexo a amiga da minha mãeconto patricia traindocontos incesto irma casadavideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadeconto erotico encoxando a sobrinha no onibus lotadocontos namorada chupa rola de outro escondidocontos eroticos minha cadelinha manhosatransei com meu sobrinhocontos eroticos de tio comendocontos das danadinhas perdendo cabaçinhotenho a bunda grande e o quadril largo contoscontos eroticos de primos com primas que engravidamcontos cornos forumcontos eroticos nem queria putacontos eroticos feriado quitinete praiacontos eróticos irmão mais novocontos eroticos meu tio meu amante casa de vovocobradora mostrando o fundinho da calcinhaperdi meu cabaço da buceta pra um cavalo contosminha pequena filha mas ordináriasambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu mauconto erotico violada