Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TIAO - O PORTEIRO

Estava cansada demais, para regressar a casa. Dormitei um pouco, pensava eu, quando olhei as horas, eram quase 23H00, tinha de voltar rápido, depois da meia-noite a entrada do bloco fica sob segurança de um porteiro.rnNão tinha tempo para tomar uma ducha, arrumei-me o melhor que pude, chamei um táxi e regressei ao meu apartamento.rnCheguei perto da meia-noite, passei pela portaria e tentei ir rápido, o porteiro já devia estar pronto para o serviço e eu não queria dar de cara com ele.rnChamei o ascensor e subi para o meu andar, mas as minhas intenções não deram certo, estava a abrir a porta de entrada, quando, ele surgiu do nada.rn- Que tá fazendo aqui ?rnEntupi? será que não me reconheceu ?rnQue nada Tião estava me reconhecendo e bem..rn- Ui? temos aqui um viadinho- disse rindo.rn- Sempre desconfiei de vc. ? Mas vestidinho de menina não esperava não.rnAgarrou-me um braço, dizendo ? Olha aqui viadinho, vc vai dar pra Tião.rnArmei em puta durona ? Que nada? Vc não tem nada com minha vida.rn- Hummm.. Pense bem no que diz viadinho.. disse com ar de quem ia falar sobre mim.rn- Vá viadinho? vc vai dar para Tião, não arma em durão que vai dar bronca..rnPensei este miserável é bem capaz de botar a língua nos dentes?rn- Tá.. mas hoje não.. tou cansado e preciso dormir..rn- Hummm.. vc cheira a porra? teve a dar a bunda não foi viadinho ?rn- Quero hoje e vc vai dar tá ?rn- Olha vou fazer a ronda e depois venho ter consigo.. Abra a porta se não eu dou bronca no prédio.rnAssustei-me, este filho da puta era bem capaz de o fazer.rn- Tá eu aceito, mas com uma condição? não passa daqui tá?rn- Hummmm? riu ? Descanse? eu sou um túmulo.rn- Filho da puta ? Pensei.rn- Não tive tempo de me despir e já ela batia na porta, abri e lá estava ele sorridente? rn- Hummmm, fui rapidinho, vc nem trocou de roupa.rn- Entrou, admirando o meu apartamento ? Vc vive bem viadinho.rn- Boa vida, boa grana, e dando uma de fêmea.rn- Sentou-se no sofá da sala, como se acasa fosse dele. rn- Me sirva uma bebida.rn Esteja à vontade, apontei-lhe o bar ? Sirva-se do que quiser, que vou tomar uma ducha.rn - Espere.. deixe ver vc? - Hummm maminhas, coxa grossa, bundona apetitosa, vc é mesmo uma bonequinha, viadinho, vou adorar comer vc.rn- Tome uma ducha e venha para junto de mim?. Ponha sá uma cuequinha lavada, bem sexy, hummm ? deixe ficar as maminhas, dá um ar de femeazinha apetitosa.rn- Deixei correr a água quente sobre o meu corpo, meu cuzinho ainda doía e minha vara estava bem esfolada. ? Aqueles dois.. tinham feito estragos.rn- Vesti um babydoll, as maminhas ficavam quase de fora, escolhi uma calcinha em renda, mais confortável e voltei à sala.rn- Hummmmm?.. que maravilha.. viadinho vc está muito bem.rn- Tião, por favor não me chama de viadinho.rn- Hummm? não gosta é ? ?Tá? vou-te chamar de bonequinha, gosta ?rn- É melhor sim.rn- Sentei-me ao lado dele, um pouco sem jeito, não esperava este intruso na minha vida.rn- Segurou-me uma mão e colocou sobre a calça, senti a verga dele já endurecida..rn- Bonequinha alisa ela? que está carente.rn- Acariciei a verga sobre a calça.rn- Bommm? gemia ele, abrindo as pernas.rn- Mostra a bunda bonequinha.rnLevantei-me e coloquei-me de costas para ele..rn- Hummmm, que bundão?rn-Deixe- estar assim.rnPuxou-me para ele, passou as mãos nas minhas coxas. - Porra bonequinha vc é muito gostosa.rnMeteu as duas mãos na minha bunda, apertando e abrindo as poupinhas do meu bumbum. rn-Caralho bonequinha que bundão gostoso vc tem!rn- Ajoelha e chupa minha verga.rn rnCaí de boca no cacete duro dele, comecei a lamber o cogumelo vermelho escuro, daquela enorme verga preta.rnrnSenti o gosto quente dele. ? Abra a boca bonequinha. Segurou minha cabeça com as mãos, empurrando-a de encontro à verga, começou a estocar na minha boca, cada vez mais fundo até eu ficar sem ar. rnrnQuando ele menos esperava, comecei a sugar suas bolas, gemeu forte.rnrn- Quero gozar na sua boquinha, voltei a chupar-lhe a verga. rnrnComeçou a gemer mais alto, e eu engoli a vara mais o mais fundo possível. rnrnSenti a porra quente na minha garganta, um esguicho forte e volumoso, que eu engoli.rnrnContinuou esporrando e encheu toda a minha boca. rnrnUrrava de prazer? Foda-se bonequinha? que mamada vc faz? ahhhhhh?.. deliciaaaaa?rnrnEngoli tudo, deixando a verga sem uma gota de porra.rnrnPorra, bonequinha, vc mama como um vitelinho?. Nem uma puta mama como vc.rnrnrn Fica de quatro, deixa eu ver ser cuzinho.rnrnrnColoquei-me de quatro defronte do sofá Tião, sentou-se, sá elogiava:rnrnNossa! Que rabão delicioso! Deixa eu ver esse cuzinho.rnrnrnAbri meu cu. ? Hummmm delicia, que cuzinho lindo, todo depiladinho, como eu gosto..rnrn- Foda? minha vara está pronta outra vez? Que tesão..rnrnLevantou-se, esfregou a vara entre minhas nádegas, cuspiu na cabeçorra, apontou a entrada do eu cuzinho e empurrou.rnrnMeu cu parecia estar sendo rasgado por aquela jeba negra enorme.rnrnDoía e dava prazer ao mesmo tempo.rnrnFui sentindo cada cm entrando no cu lentamente como se estivesse me abrindo.rnrn- Que cuzinho quente, apertado, hummmm. Relaxa o cuzinho pra eu te fuder gostoso, vai...rnrn-Tião? por favor? deixa ficar parada pra meu cu se acostumar com o volume e relaxar.rnrnEle assim fez e uns segundos depois, começou a bombar lentamente . Gemi?rnrnSentia aquela tora negra me abrindo o cu, entrando ate o fundo lentamente e voltando até a entrada.rnrnrn- Que gostoso! Faz tanto tempo que não fodo um cu assim. rnrnAbre mais pra eu entrar bem fundo.rnrn Agora você é minha bonequinha .rnrn Começou a acelerar apoiando na minha cintura e bombando firme que eu me contorcia de dor e prazer intenso ao mesmo tempo.rnrnFala pra Tião, tá gostoso levar minha pica até o talo no cu, tá?rnrn- Muito, hummm. Mete?mete, hummmmmm.rnrnDeu estocadas fortes obrigando-me a gritar. Tirava o pau e empurrava novamente. rnrnCom a vara toda enterrada no meu cuzinho, levantou-me, sentou-se no sofá?rnrn- Va putinha? trabalhe essa bundona na minha verga?rnrnLevantou-me as pernas, deixou-se escorregar um pouco e continou a estocar forte.rnrnDe quando em quando parava, tirava a verga e metia os dedos no meu cuzinho alargado pelo tamanho do jumento..rnrnTá abrindo.. bonequinha? Metia de novo novas vigorosas estocadas e repetia?rnrn Hummmm, que foda ta levando? tem o cuzinho bem aberto? gostusura..rnrnMetia de novo, bombava forte - Vou gozar nesse cuzão tesudo. Hummm.rnrnMetia firme e rápido, eu sentia a cabeça grossa da verga bater no fundo do cu e rnvoltar rapidamente.rnrn- Ah, caralho, ahhhhh, vou encher esse cuzinho de porra, uhhhhhhhh, ahhhhhhhhh caralho!!!rnrnSenti a verga pulsando e jorrando vários jatos de porra quente...rnrnObrigou-me a cair no chão, com a vara dentro do mim.rnrnHummmmm?.. boommmm?.. que foda deliciosa?.rnDeixou-se estar em cima de mim? o seu corpo pesado, cortava-me a respiração, sussurou ao meu ouvido?rnrn- Gostou bonequinha ?rnrnSimmm? gostei Tião? vc sabe foder uma bundinha?rnrn- Sorridente levantou-se, começou a vestir-se, olhando para minha bundinha.rnrn- Putinha? vc é mesmo putinha?rnrn- Vai dar quando eu quiser não é ?rnrn- Sim Tião.. eu dou prá vc.rnrn- Riu ? Segredo nosso não é bonequinha ?rnrn- Sim Tião?rnrn- Saiu.rnrn- Deitada no chão? a bundinha arrombada duas vezes num dia?rnrn- Estava tornando-me uma putinha.rnrn- E? estava gostandornrnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordadei cu de fio dentacontos gays abusadocontos eroticos comi o o amigo do meu filhocontos eróticos de gay Fui dormir na casa do meu cunhadopeguei minha sigra dormindo sem calcinha e meti a pica nelacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos de novinha dando para garanhãocontos eroticos marido pauzudo mulher e novinha trepando juntossarinha contos eróticos numero de telefoneContos erótico pai tanto banho filhacontos ela sentou no meu colo sem calcinhana piscina com minha sobrinha - contos eroticosconto sapequei coroa crentecontos de amiga da filhacunhada no cio contosconto uma viagem muito gostosameu pai e meu filho me comen contoscontos de coroa com novinhominha tia coroa crente de 57 anos contoBianca trabalho conto eroticocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos sbccontos eroticos encoxadascontos eroticos homossexual meu pai me estuproucontos eroticos arrombando a gordaminha cunhada me suprendeu contoscontos eroticos novinha com amigocastigo boquete contosencanador conto gay VirgemRelatos de sexo tirando com o paifudeno com duas gostoda e cozamo na caracontoseroticosviolentadaminha filinha bricando minha pica contos eroticoscontos eroticos real sexo cm 13 aninhoscontos eróticos fui Penha a força por doisconto tia peludaFiquei parado olhando a bunda delaContos Eróticos De Gay Comi a bunda do amigo Do meu Paicontos eróticos convenci meu marido a comer sua filhaporno com professor girafales comendo dona florinda no cutaras de ficar olhando outroa fudercontos reais de foda gay negro idoso.viadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosmulhe dane a buseta a primeira vezComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos rola gigante na bucetinha da esposacontos de corno mansoconto erotico corno pede a funcionario comer sua esposaContos eroticos minha esposa e um meninomulher nua e corpo inteiro melado de margarinacasadasna zoofiiliacontos hot festa no iateConto meti 29cm.de pau no cu da mamaecontoseroticosabusadascontos eroticos gay game apostamanuela pedreiro contos eroticoscontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado contos eróticos comendocontos eróticos traindo marido na festaconto erotico sou uma mulher casada adoro ver filme porno ver cavalo comendo mulhercontos esposa loira recatadacontos gay estrada calcinhaContos eróticos picantes pecados na igreja com padrescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteempinoi o cu e levou rrolassou branca e sempre quis da aum mulato mas sou casada contos contos eróticos com enteadacasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticos