Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA M A R A V I L H O S A ESPOSA

A histária que passo a contar é real e tornou nossa vida mais gostosa. Troquei os nomes por causa da privacidade de todos. Tenho 44 anos, sou moreno de cabelos e olhos castanhos sou casado há 21 anos com uma bela gauchinha de seios fartos, coxas roliças e xoxotinha deliciosa. Temos 2 filhas e Beatriz continua tão gostosa quanto em nossa época de namoro. Temos muitas fantasias e de um tempo pra cá comecei a perceber que me excitava muito quando ela falava de seus outros namorados. Gozamos várias vezes fantasiando com eles e passamos a imaginar que ela estava transando com outro homem ou outro casal. Tudo não passava de fantasias até que em nossas férias, quando festejaríamos meu aniversário de 40 anos, marcamos uma viagem para Porto Seguro. Passagens compradas, malas feitas, sogrona para cuidar das filhotas, rumamos para o aeroporto. Dentro do avião sentei-me junto à janela e Bebê ao meu lado, sobrando então o assento do corredor. O avião foi lotando e ao lado dela senta-se um homem de 37, 38 anos. A viagem corre solta e quando a comissária nos oferece bebidas escolhemos champagne e fizemos ali mesmo em pleno vôo o primeiro brinde ao meu aniversário. Para nossa surpresa o passageiro que sentara ao lado da Bebê também pediu champagne e brindou-me pelo aniversário. Conversa vai, conversa vem, Paulo nos diz que é consultor financeiro e fará um trabalho de alguns dias em Porto Seguro. Coincidência pura, ele faria o trabalho no hotel em que tinhamos reservas. Não via a hora de chegar e tirar a roupa e tomar uma ducha no hotel. Finalmente chegamos, nos despedimos do Paulo e rumamos para o hotel.



Conforme entramos no apto, a primeira coisa que fiz foi ficar nu e entrar sob a ducha e tomar um belo banho. Bebê que desfazia as malas logo veio ao meu encontro e juntos pudemos desfrutar da delícias de um bom banho a dois. Claro que fiquei excitado e lá mesmo embaixo do chuveiro pudemos sentir o prazer que aquela viagem nos daria, agarrei-a por traz e comecei acariciando seus seios que ficaram logo com os biquinhos durinhos. Ela começou a gemer e passei a sugar com muita vontade aqueles seios que eu tanto gostava. Bebê me interrompeu, agachou-se na minha frente e passou a sugar meu caralho com uma fome que eu nunca tinhas visto antes nela. Foi ai que lembrei das histárias de seus antigos namorados e desconfiei que ela estava imaginado que eu era um deles. Quando nás já estávamos loucos de tesão eu falei que era chegada a hora de colocarmos nossas fantasias em prática. Quando terminamos fomos dar um mergulho na piscina do hotel e bebermos uma cervejinha que ninguém é de ferro.



Encontramos com o Paulo, que ainda estava de terno e gravata. Ofereci uma cerveja e ele nos convidou para o luau que ia acontecer na praia naquela noite, seriamos seus convidados especiais, nos disse com um sorriso malicioso nos lábios. Também sorri maliciosamente e Bebê perguntou-me o que eu estava tramando.

Então eu lhe falei que ela deveria ir ao luau e lá pelas tantas arrumar um mal estar qualquer e voltar para o apto que o resto eu faria com o Paulo.

Ela relutou mas acabou aceitando a idéia, mas disse que não passaria de alguns amassos.



Nos arrumamos para o luau e conforme combinei com a Bebê, ela arrumou uma indisposição e nos deixou sozinhos na praia. Foi ai que chamei o Paulo para ir comigoi até o apto e ver se ela já tinha melhorado. Batemos à porta do apto ela abriu a porta e pediu que entrássemos. Ela estava apenas com um roupão de seda preta que ela leva para tudo que é lugar, mas é “o roupão”, super sensual. Paulo não tirava os olhos de minha esposa e estranhamente isto me excitava muito. Sentamos e perguntamos se ela já estava melhor e ela respondeu que sim. Pegamos algumas bebidas no frigobar e começamos a dançar, eu e Bebê. Paulo sá ficava nos observando. Mas quando dançamos nos esfregamos muito, o clima começou a esquentar e ela soltou gritinhos de tesão e pequenos gemidos que fez o ambiente se encher de sensualidade. Nos beijamos muito e quando demos conta Paulo estava se masturbando no sofazinho. Ela então me disse "é hoje que eu me acabo” e me largou e agarrou o Paulo pelo pescoço e lhe deu um longo beijo de língua. A cena de minha esposa entrelaçando sua língua à língua de outro homem me deixou louco e tive que me conter para não fazer uma grande cena de ciúmes. Paulo então tirou o roupão de minha esposa e começou a sugar seus lindos seios. Ela gemia e pedia que ele chupasse com mais força, ao mesmo tempo que descia a mão buscando o cacete do moço. Abriu sua calça e colocou seu enorme cacete para fora. Devia ter uns 20 cm, abaixou-se e começou a sugá-lo. O rapaz não aguentou e gozou em sua boca jogando fartos jatos de porra, que ela engoliu tudo e chupou o caralho do rapaz até que ficasse totalmente limpo. Ela se deitou na cama de pernas abertas e ele começou a sugar sua xoxotinha. Lambia seu grelinho e enfiava a língua dentro da sua bucetinha. às vezes descia até seu cuzinho e ali introduzia sua língua até o fundo. Bebê se contorcia como uma louca e gemia alto. Não demorou muito e ela gozou na cara do rapaz. Neste momento ele já estava com o pinto duro novamente e foi subindo sobre minha esposa se colocando no meio de suas pernas. Ela segurou-o e disse que nunca havia transado com outro, ainda mais na frente do marido e não queria que aquele encontro passasse daqueles sarros. Fiz que sim com a cabeça e ele não obedeceu. Num lance rápido subiu sobre minha esposa e foi introduzindo seu cacetão em sua bucetinha. Eu cheguei a pensar em interrompê-los, estava puto dentro das cuecas, mas imaginei que ele contaria para o hotel todo que eu estava no apartamento vendo minha esposa ser fodida por ele. Bebê não resistiu mais e deixou que ele atolasse seu cacete até o fundo de sua xoxota. Ele os dois começaram então a fuder como loucos e logo minha esposa estava gozando de novo, foram 2 orgasmos seguidos com aquele cacete dentro de sua xoxota. Quando ela parecia cansada o rapaz pediu que ela virasse de costas para que ele pudesse ver sua bundinha, ela inocentemente obedeceu e ficou de quatro com sua bundinha arrebitada para o lado dele. Ele então começou a lamber sua xoxota por trás e às vezes lambia também seu cuzinho o que fazia ela gemer alto. O rapaz se posicionou atrás de minha esposa e introduziu seu caralho em sua bucetinha por trás e ficou naquele vai e vem. Quando ela estava totalmente entregue ele tirou o caralho de sua bucetinha e começou a colocá-lo no seu cuzinho. Ela deu um pulo para frente e disse que ali não, pois ela não dava o cuzinho nem para seu marido. Ele não deu atenção e segurando-a pela cintura continuou introduzindo seu caralhão no cuzinho da minha esposa. Logo ela se acostumou e empurrava a bunda para trás para que ele entrasse mais ainda. Não demorou muito e os dois gozaram juntinhos enchendo o cuzinho da minha esposa de porra. Eles se levantaram então e foram tomar um banho onde ela deu seu cuzinho novamente para o rapaz e ele gozou de novo na sua boquinha. Depois o rapaz foi embora e eu quis brigar com minha esposa porque ela tinha passado do limite estabelecido mas ela me disse que eu que tinha começado com aquilo agora tinha que aguentar.



Ficamos uma semana neste hotel e também transamos de tudo que foi jeito, eu a Bebê e o Paulo. Até hoje nos encontramos em São Paulo e fazemos altas loucuras sexuais.



Hoje transamos com casais, sá mesmo o velho amigo Paulo é que tem a chance de poder participar de nossas transas a três. Se vocês que estão lendo este relato e formam um belo casal sem vícios e depravações, entre em contato conosco pelo email [email protected], nos envie foto e fone que retribuiremos e entraremos em contato.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Pedi às minhas primas novinhas para brincar com a chana delas e elas deixaram.porno mamei tanto o peitinho q inchouGravida do papai contosso mulheres escravas de seus maridos contos eroticosTrepando gostoso na xana conto eroticopapai me come contosconto erótico meu inimigo banheirovídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outraConto erotico socando até as bolas no rabo da irmã e gozandoContos eroticos gays perna quebradaCunhada dormindo com a bundinha descobertafilha pequena no banho contosempresaria casada safadas contos eróticos reaiscontos eroticos arrombando a gordaminha mae mostrou seu rabo de fio dental pra mim contos com fotostracei minha irmã contosminha vizinha transex safada contos eroticoscontos eróticos de enteadacontos de coroa com novinhosexo gay contos titio okinawa ufamete mete mais gostoso. história realhoje na feira Office transandosenti os jatos fortes de porra no fundo da minha bucetadando/o cabaço pro titio conto exitantemulher entrando na chapeleta do pôneiinocênciaperdida contos eroticos gaymeu tio me dava a mamadeirameu vizinho no meu colo contosconto erotico com crentecomendo a tia que esta olhando pela janelacontos eroticos acampamento pirenopolismulheres cavalas de quarenta de bucenta inxada e grelo inormecontos mae chantageada por molequessiririca na frente dele conto eróticoCadê acabou comendo cunhado cadê aquela vezwww.flogdesexo.compauloelizabethcontos tia marta sua bundacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestuprei meu primo gayminha iniciação gay contoscontos eroticos fetiche trans branquinhacontos eroticos de casada pagando aposta do maridoDei calmante para enfiar na vagina das gordas contogaroto malandro pega tia dormindo e meti nelaIrma cavala contocontos eróticos dalicontoseroticosfuicornochantagiei minha sobrinha contoscontos noiva no churrascocontos er arrombandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepedreiro passando a língua no cu do afeminadoporn contos eroticos enteada gangbangcontos sexo dividindo o casamento e a camacontos eróticos sogra pega mulher metendo na camavoyeur de esposa conto eroticoChuoada com gossdascontos veridicos de incesto punhetando o papai iniciandoLoira ,do,calodinho,de,baixo,dando,cucontos velho tarado por bucetaso cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos eroticos de manauscontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo real Contos Eróticos Caseiros: Menina perversa - 07contos tava batando uma derrepente minha prima me pegaContos eróticos curtos de cachorro lambendo a buceta da vócontos incesto mãe fofinhacontos eroticos sou a puta dos meus primos piçudoscontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos a dona da lanchoneteconto erotico patroa apanhando da empregadaPaguei pra ver ela mijandomassagem video contos punheta