Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CUNHADINHA ENTALADA NO PAU

Olá! Moro em Goiânia, sou moreno-claro, tenho 29 anos, corpo atlético e uma pau de 19 cm e não existe nada que eu goste mais do sexo, por isso compartilho aqui o que me aconteceu no último final de semana. Cheguei do trabalho por volta das 19 horas e fui tomar um banho pra relaxar. Estava em casa e minha esposa chegaria mais tarde pois tinha ido à casa de uma amiga compra perfume e cremes, chegaria por volta das 15h00minh ela estava com as crianças por isso fiquei sá de toalha e bastante a vontade

Havia acabado de tomar banho e estava em meu quarto prestes a vestir minha roupa quando de repente tocaram a interfone, atendi era minha cunhada, abri o portão pelo interfone e falei pra ela entrar porque eu tinha acabado de tomar banho e iria ao quarto trocar de roupa, quando estava no quarto ela abriu a porta de surpresa e me pegou completamente pelado. Quando me vê ela se assusta (também pudera, meu pau ficou imenso na hora pois ela é uma delícia, tem 19 aninhos, loirinha, ninfetinha, olhos verdes, patricinha, cintura de violão, 1, 63ª, 61 k, o corpinho todo perfeitinho e bem torneado, com seios pequenos e durinhos e bundinha redondinha) ela tentou sair do quarto, eu entrei em sua frente e disse pra esperar porque ela já havia visto tudo mesmo.

Vesti cueca, me aproximei dela e disse que já que ela havia me visto sem roupa era minha vez de vê-la e fui também sem roupa. Não acreditava que ela fosse deixar, mas acho que devido ao choque ela não reagiu me deixando tirar sua roupa. Olhei para seu corpo lindíssimo e imediatamente passei minha mão sobre sua bucetinha que possuía poucos cabelos, abaixei-me rapidamente perto dela e deslizei minha língua sobre aquela xoxotinha deliciosa, o que a fez suspirar, continuei lambendo e ela foi se esticando e abrindo as pernas.

Fui lambendo e empurrando-a para a cama devagar, ela deitou suas costas na cama e permaneceu com os pés no chão e eu continuei chupando. Fui acariciando sua bunda e a fudendo com minha língua, ela abraçou-me o pescoço com as pernas e começou a fazer um movimento de vai-e-vem, enquanto isso tirei minha cueca pois meu pau queria explodir... Levantei-me e coloquei o pau em sua boca, ela nunca havia visto um pênis antes mas abocanhou a cabeça do meu pau e ficou chupando. Segurei sua cabeça e comecei a meter sua boca com meu pau, enfiando e tirando e fui deitando-me sobre ela e fazendo um delicioso 69.

Depois de fazê-la gozar algumas vezes em minha boca, encaixei-me entre suas pernas e deslizei diversas vezes a cabeça de meu pau na entrada de sua grutinha que babava por ele. Tentei penetrá-la, a cabeça entrava um pouco mas sua virgindade não permitia a penetração. Colocava o pau na entrada novamente toda meladinha..Mas escapava...ela entam com sua mãozinha pegou no meu pau e encaixou bem na portinha da sua bucetinha bem pequenina..Senti a cabeça se alojar em um pequeno canal..Encaixou pensei...fui manobrando o pau e tentando avançar...ela simplesmente abriu a boca sem falar nada e arregalou os olhos azuis, prendeu a respiração, ficou muito tensa e o pau não progrediu..Tirei

Lubrifiquei meu cacete e tentei novamente, sua bucetinha estava meladinha e rosada, fui empurrando devagar a cabeça encaixou novamente .falei pra ela relaxar e ir mexendo e empurrar a bucetinha contra meu pau....ela foi mexendo, primeiro timidamente...o pau foi entrando...ela parou..abriu a boca....mordeu...meu braço...falei ta entrada..ta entrando vai mexe mais....ela...entaum mexeu mais um pouquinho e o pau deslizou a metade dentro da bucetinha dela..sentia o pau sendo esmagado por aquele túnel extremamente apertado...ela soltou um gemido longo e disse nossa senhora..vou morrer..ai meu deus o que está acontecendo...enquanto ela gemia, segundo ela somente de prazer, aproveitei e também com carinho fui mexendo e enfiando o resto até que o pau entrou tudo e pude olhar e ver que ele estava completamente alojado naquela bucetinha tão apertada(que delícia de buceta apertadinha).

Comecei um vai-e-vem bem devagar e aos poucos ia aumentando a velocidade. Ela se arrepiava toda, começou a gemer alto...ai..aiiiiii.aiiii...o que ta acontecendo.....vou morrer..vou morrer..aiiiiii e arqueou o corpo me deixando suspenso no ar, jogou sua bucetinha contra meu pau e gemeu forte gozando pela primeira vez entalado com um pau..

Comecei a meter forte naquela buceta deliciosa e chupar seus peitinhos durinhos e feitos sob medida para minha boca. Mordia os biquinhos de leve e alternava entre bombadas fortes e rápidas, e bombadas lentas e fracas. Varia de posição a coloquei de quatro e meti gostoso..depois deitei e fiz ela vim por cima de mim e encaixar a bucetinha no pau...ela subi e descia com desenvoltura toda vez que descia a bucetinha no meu pau se arrepiava todinha..então ela abaixou a cabeça pra olhar como o pau entrava e como a bucetinha dela encaixava e agasalhava a tora sumindo no seu túnel..anunciei que iria gozar ela quis sai de cima com medo de engravidar e disse para naum sair porque eu sou vazectomizado que ela naum corria risco...ela ficou com mais tesão ainda e disse então vai me enche de porra meu cunhadinho tesudo e acelerou os movimentos, mudei a posição coloquei ela de quatro e meti olhando aquela bundinha perfeita e aquela bucetinha linda, quente e apertada, naum aguentei muito tempo e gozei..gozei como nunca. O pau naum amoleceu e continue metendo, mudamos varias vezes de posição e esquecemos do tempo quando lembrei das horas eram quase 15h00min, minha esposa estava pra chegar pensei em comer sua bundinha, mas naum havia tempo pra isso, fui metendo gostoso até que ela gozasse duas vezes quando tirei meu pau ainda estourando de duro e enfiei em sua boca, metendo aquela boquinha saborosa. Quando estava prestes gozar novamente segurei sua cabecinha, dei bombadas mais fortes e explodi em gozo dentro daquela boquinha pequena, segurando sua cabeça mandei que ela engolisse tudo e foi o que ela fez, além de continuar chupando e lambendo meu pau até que ele ficasse bem limpinho.

Depois disso precisamos tomar banho rapidamente onde ainda enfia meu pau na bucetinha dela em pé no banheiro, estava ainda quentinha, mas o medo de minha esposa chegar fez com que nos parássemos, ela tomou banho arrumou a acama e saiu esperou que minha esposa chegasse quando ela chegou eu ainda estava no banheiro sai enrolado na toalha abri o portão pelo interfone. Cinco minutos depois o interfone tocou novamente, era minha cunhadinha deliciosa, agindo como estive chegando àquela hora..................que delicia!!!!

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos com vovoconto irmã peladinha dentro de casaContos eroticos da esposa safada com o marido deficientecomo enfiar caralho na conaimagens do chaves metendo a pau na Chiquinha lambendo sua bucetacontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhozoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazercontos erotico eu minha esposa gostosa e meu sobrinhocontos eroticos arrombando a gordatitia ficar mandando o sobrinho que está bem contos eróticostoda noite de madrugada ele me bulinava conto eróticoscontos namorada deu o cu pararelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposacontos e vidios de patroas tranxessual fudendo empregadastanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontos eroticos de tias fudendocontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossascontos perdi minha virgindade com 25 anoscontos velhas com novinhoscontos cagou paurelatos eroticos esposas estupradasvoyeur de esposa conto eroticoConto de viciados em travestisfudendo a sobrinha contosrelatos sexuais porno gratis a faxineiracontos eroticos com mendingosconto de sexo com rabuda asquerosocontos velhas com novinhosquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issoChupou o meu seio no curral contoscontos chupei minha namorada a forçacontos esposa branquinhacontos adoro dar minha bundinhavídeo pornô dois cara comendo a mulher do cara do homem assaltando a por lágrima é como o c* do homemmeu marido adora me ver toda gozadacontos eroticos arrombando a gordacontos chupando o pau do tio da crecconto erotico bi com atendente de hotelcache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"novinhos fodeno apremira veizcontos eróticos cdzinhacomi minha sogra e cunhada velha gorda feia contos eróticosjovem mostrando os pelinhis fino ds bucetacontos forçada a virar cadelacontos eroticos pastorcontos erotico na balada com a irmaconto eroticos gay comi o curelatos verídico de homens que se masturbou com calabresaContos eróticos reais de Angolasexo porno safada do sitiotudo no cuconto de sexo velho taradoporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao aromboumeu marido me obrigou a fazer doggingcontos eroticos arrombando a gordacontos erotico sou cazada beti punheta pro meu amigo pornocontos eroticos arrombando a gordalésbicas castigando o rabo da parceriacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos droticos com coroas gostosas perdendo ocabaço do cu com seus genrosLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimprofessor girafales come o cu da chiquinhaconto senhora safadaarrombado cu contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto lesb velhas fuConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhacdzinhas lindas contosContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavapeitos caidos da velha do cornocontos no cuzinho da crente